03 Mai

Prezados Alunos

Já está disponível o resultado da avaliação dos trabalhos para o II Congresso de Saúde.

Parabéns a todos!!!

RESULTADO FINAL DE AVALIAÇÃO DE TRABALHOS PARA O II CONGRESSO NACIONAL DE SAÚDE

escrito por Jane Araujo

30 Abr

ENENUT será realizado na cidade de Alfenas-MG com a finalidade de articular os Estudantes de Nutrição do Brasil acerca de sua Formação Profissional e dos Assuntos Sociais que hoje emergem na Sociedade Brasileira.

No que diz respeito a organicidade da Entidade, é através do ENENUT que são discutidos e aprovados os principais posicionamentos e ações a serem executados pelo Movimento Estudantil de Nutrição até o ENENUT seguinte.No que tange ao campo político o ENENUT se configura ainda como um espaço privilegiado para estreitar relações com os Movimentos Sociais, proporcionar a inserção da comunidade no espaço acadêmico e vice-e-versa.

Nesse sentindo, a realização do encontro se justifica, por trazer a Universidade temas que por vezes não encontram vazão nas ementas curriculares dos cursos. Para, além disso, a realização de um evento desse porte serve de acento para que a Universidade cumpra um dos seus pilares que á Universalização do Acesso, seja aos seus serviços ou ainda seu espaço físico – destinado por sua vez para um uso que zele pela sua integridade e  que se comprometa com a formação de indivíduos críticos e que compreendem seu papel na sociedade em que estamos inseridos.

Maiores informações em: http://www.enenut2015.com/#!alimentacao/c1qfk

Participem!!!

escrito por Concerição Carvalho

30 Abr

Aconteceu no último sábado (25/04/2015) no auditório da Faculdade Maurício de Nassau – Aliança, o curso de extensão “A atuação do Nutricionista no Mercado de Trabalho” promovido pela coordenação do Curso de Nutrição. O evento aconteceu no período da manhã e tarde e contou com participação maciça dos alunos da Faculdade, como também de outras Instituições de Ensino Superior e de profissionais de áreas afim. As palestra foram proferidas pela Professora Doutoranda Luana Mota e pela Coordenadora do Curso de Nutrição da Unidade Aliança, Professora Conceição Carvalho.


escrito por Concerição Carvalho

30 Abr

Bom descanso a todos.

escrito por Geovana Neiva

28 Abr

Caros alunos,

Participem da programação elaborada pelos professores para as oficinas profissionalizantes;

escrito por Karla Josnaina

28 Abr

escrito por Geovana Neiva

28 Abr

escrito por Geovana Neiva

23 Abr

A Organização Panamericana de Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPS/OMS) faz um chamado à indústria alimentícia para reduzir o sal em seus produtos, especialmente naqueles voltados para o público infantil, e exige também que as empresas deixem de anunciá-los para crianças.

Durante a Semana de Sensibilização sobre Sal, que ocorreu entre os dias 16 a 22 de março, a OPS/OMS também recomendou que os pais e as crianças passassem a comer mais alimentos frescos e comidas caseiras. “A maioria de nós nem sequer está conscientes de quanto sal comemos”, disse Branka Legetic conselheira da OPAS/OMS. “Isso porque a maior parte do sal que comemos está escondida em alimentos processados. Parte da solução é que a indústria de alimentos processados ??reduza o sal em seus produtos. E a outra parte é usar menos sal em casa e assegurar que as crianças comam alimentos frescos”, afirmou.

As crianças são especialmente vulneráveis à publicidade e ao mercado, ao mesmo tempo em que estão desenvolvendo os hábitos alimentares que influenciarão o tipo de dieta que terão na vida adulta. Além disso, mesmo durante a infância, o alto consumo de sal pode provocar doenças como hipertensão, osteoporose, asma e outros problemas respiratórios, obesidade e câncer de estômago.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda a ingestão de no máximo dois gramas de sódio por dia, o que equivale a cinco gramas de sal. Para as crianças, esse valor deve ser ajustado para baixo, já que em geral elas consomem menos calorias diárias que os adultos.

Para tentar diminuir esse consumo diário, o Ministério da Saúde firmou uma parceria com a Associação Brasileira das Indústrias Alimentares (ABIA) para reduzir o sódio em alimentos processados. A expectativa é retirar até 2020, mais de 28 mil toneladas de sódio do mercado brasileiro.

No Guia Alimentar para a População Brasileira, do Ministério da Saúde, há dicas de como reduzir a quantidade de sal no preparo de comidas. Além disso, o Guia alerta os pais para os perigos da publicidade de alimentos processados e recomenda que eles conversem com as crianças sobre seus apelos, que tem como objetivo aumentar as vendas dos produtos. O documento propõe ainda que os adultos exijam que as escolas sejam ambientes livres de publicidade de quaisquer produtos e que o currículo escolar discuta o papel da publicidade.

escrito por Concerição Carvalho

  • Recife | Graças
  • Fortaleza
  • Belém
  • Caruaru
  • Recife | Boa Viagem
  • Recife | Dantas Barreto
  • Piauí | Teresina (Aliança)
  • Piauí | Teresina (FAP)
  • Piauí | Parnaíba (FAP)
  • João Pessoa
  • Campina Grande
  • Salvador | Patamares
  • Salvador | Mercês
  • Salvador | Pituba
  • Lauro de Freitas
  • Lauro de Freitas
  • Natal
  • Maceió | Ponta Verde
  • Maceió | Mangabeiras
  • Maceió | Farol
  • Aracaju
  • São Luis
  • Manaus
  • Manaus

Passe o mouse na cidade desejada para obter ENDEREÇO e TELEFONE da unidade